Corupá


Corupá é um município com 407 km², encravado numa das mais belas falhas geológicas do norte catarinense, rodeada de montanhas verdes da serra do mar com extensas áreas de Mata Atlântica nativa e uma rica fauna silvestre;
A Cobertura vegetal é diversificada com 20% de Mata Atlântica nativa, onde se concentra a maior reserva de canela preta do planeta;10% de floresta de Araucária; 20% de floresta secundária em regeneração; 20% área dedicada a agricultura; 10% de área urbana e 20% de reflorestamentos;
O Relevo é variado, 40% da área é planalto com altitude média de 900 m; 20 % de terras baixas com altitude média de 70 m e 40%, em relevo acidentado de serras e montanhas que chegam aos 1176m.
As 4 estações bem definidas proporsionam um Clima Subtropical e temperado com temperaturas negativas no inverno, ultrapassando os 40°C no verão;
Do planalto dezenas de rios despencam e formam grutas, vales, montanhas e cerca de 70 cachoeiras, algumas delas com cerca de 100m de altura. Corupá é um imenso manancial, o maior responsável pela formação da bacia hidrográfica do Rio Itapocú. Na Agricultura se destaca a produção de plantas ornamentais, orquídeas, bromélias e a bananicultura que movimenta mais de 700 famílias. Considerada a capital catarinense da banana, é o 2º maior produtor do Brasil.
Na economia o comércio e a indústria são responsáveis por 60% da renda de Corupá.
Todo esta diversidade é um convite perfeito para a prática do turismo de aventura e ecológico e uma das melhores opções para quem curte caminhadas junto à natureza. As cachoeiras mais famosas ficam no Parque Ecológico Emílio Batistela, a 14 km do Centro, cujo caminho é feito por uma estrada de chão batido até o pé do morro e por uma trilha no meio da mata que dá acesso a todas as cachoeiras;

Do Morro do Boi, a 2 km do centro, pode-se enxergar até o mar nos dias claros. O acesso é feito por uma trilha rústica e a caminhada leva uma hora e meia; O Morro da Igreja, em São Bento, com acesso por Corupá, é formado por 3 pedras gigantescas que lembra a arquitetura de cúpulas, daí a origem do nome;

Etnias que vão desde indígenas(bugres) aos alemães, poloneses e italianos; um povo gentil e hospitaleiro, a maioria descendente de grandes aventureiros que abandonaram o velho continente em busca de uma vida melhor.
No município existe uma mistura de culturas em função da colonização que se evidenciam na comida, na língua, nas construções, nas danças, nos costumes e tradições. O município de Corupá sempre foi rico em expoentes culturais. Na musica, em 1901 a fundação da Banda Linzmeyer uma das mais famosas das redondezas. Em 1929 fundou-se a Jazz Elite. Destacam-se também o Coral Infantil da Escola Municipal de Música Jazz Band Elite e o Coral Ecumênico Corupá, diversos grupos de teatro e também os grupos de dança típicas: Grupo Folclórico Neufluss, Bergland e Laços de Tradição.

Dados do Município: Data de fundação - 07 de julho de 1897.  Emancipação Política – 1958
População - 13.000 habitantes.
Localização - Planalto norte catarinense, a 63 km de Joinville, 200 km de Florianópolis e 140 km de Curitiba;
Limites  Norte - São Bento do Sul
            Sul - Rio dos Cedros
            Leste - Jaraguá do Sul
            Oeste - Rio Negrinho
Coordenadas Geográficas - Latitude S 26 25' 35'' - Longitude W 049 14' 33''